Casa acessível: cuidados e dicas úteis

15.05.2019

Dicas para tornar sua casa um ambiente acessível

Importância de Casa Acessível

É muito comum que as pessoas não pensem em acessibilidade até que algum familiar necessite desse tipo de cuidado. Contudo a casa acessível não é importante apenas para idosos ou pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida.

Todos nós, ao longo da vida, podemos precisar de ambientes mais acessíveis. Pessoas que sofrem uma fratura na perna, ou no pé, durante a gestação e em outros momentos em que a mobilidade fique um pouco comprometida.


Na década de 90 arquitetos americanos desenvolveram um conceito chamado de Desenho Universal. Ele traz orientações importantes para projeções de casas capazes de abrigar qualquer pessoa, com ou sem mobilidade reduzida.
Seja para novas construções ou para reformas, é comum que seja preciso um projeto de acessibilidade complementar ao projeto arquitetônico.
Todos os projetos de construção devem seguir os preceitos de acessibilidade e devem atender às instruções da ABNT NBR 9050.

Contudo, um projeto de acessibilidade inclui alguns elementos que fazem o imóvel ser acessível para todos.

O que é acessibilidade?

Projetos de acessibilidade visam eliminar todas as barreiras que impedem o acesso livre de qualquer pessoa aos espaços públicos ou privados. A ABNT NBR 9050 tem como objetivo remover elementos que podem causar acidentes ou constrangimentos às pessoas com mobilidade reduzida.
Em residências, é importante que o idoso ou a pessoa com deficiência tenha total autonomia, conseguindo realizar suas atividades de maneira mais fácil, sem ter que pedir ajuda. Esse é o conceito de uma casa acessível, caso contrário será uma casa adaptada, apenas.
Vamos então descobrir algumas dicas e cuidados importantes para ter uma casa acessível.

1.     Rampas e portas mais largas

Começando pela entrada das casas, que não devem ter escadas ou desníveis. No lugar dos degraus é preciso usar uma rampa com elevação suave, com largura livre mínima de 1,20m. A porta de entrada também deve ter largura suficiente para a passagem da cadeira de rodas, de no mínimo, 82cm.  

Esses cuidados devem ser observados no interior da casa. Eles não demandam grandes investimentos e fazem toda a diferença para as pessoas com mobilidade reduzida.

2.     Piso ideal para a casa acessível

O piso deve ser escolhido com cuidado. Nas áreas molhadas, como cozinha, banheiro, lavanderia e nos ambientes externos, o piso deve ser antiderrapante e antideslizante.

Os pisos com alto contraste delimitam áreas e sinalizam desníveis, e isso facilita a circulação de pessoas com deficiência visual. Os pisos de madeira laminado facilitam o uso da cadeira de rodas.

Os tapetes devem ser evitados, mas caso não seja possível eliminá-los, é fundamental prendê-los no chão.

3.     Banheiro acessível

Além das dificuldades de circulação, as pessoas com mobilidades reduzida costumam ter no banheiro um dos seus maiores desafios.

O ambiente ideal deve ter pelo menos 1,50m de diâmetro. A bancada da pia deve ser inferior a 80 centímetros e precisa estar livre para a aproximação a cadeira de rodas ou andador.

Os registros e utensílios de uso diário devem estar posicionados entre 80 centímetros e 1,20m do chão. E o ideal é que as lixeiras tenham sensor e as bacias sanitárias devem ter altura de 0,43m.

É preciso instalar barras de apoio nas laterais da pia e da bacia sanitária. No box o ideal é ter um local para assento e barras de apoio nas duas paredes perpendiculares.

Outras dicas para ter uma casa acessível

Janelas: altura dever ser de 80 centímetros (peitoril) e os trincos que devem ser de alavancas.

Pia da cozinha: deve ter altura de 73 centímetros e o tempo deve estar posicionado a 65 centímetros de profundidade. As torneiras também devem ser de alavancas.

Tomadas e interruptores: devem ser iluminados e instalados entre 40 centímetros e um metro do chão.

Móveis: prefira os com cantos arredondados e os mais pesados e firmes. Mantenha sempre uma área livre de circulação de 1,20m de diâmetro para garantir que uma pessoa consiga girar 180°.

Promover a independência e autonomia dos idosos e das pessoas com mobilidade reduzida é fundamental para garantir a maior qualidade de vida.

A Essence Cuidados oferece serviços de transporte especializados para pessoas com essas necessidades. Conheça nossos serviços e solicite um orçamento.

Tags:
  • Acessibilidade
  • Casa acessível
  • Casa adaptada
  • Dicas de acessibilidade
  • Direitos da pessoa com deficiência
  • Idosos
  • inclusão da pessoa com deficiência
  • Inclusão Social
  • Mobilidade
  • pessoa com deficiência
Categoria(s):

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu comentário será publicado no Facebook.


Voltar