Como melhorar o cotidiano das pessoas com deficiência

24.05.2019

Mais de um bilhão de pessoas no mundo possuem algum tipo de deficiência. Esse número equivale à população de países como Brasil, Rússia, Estados Unidos, Japão e Indonésia somados. Além disso, o grupo das pessoas com deficiência pode ser considerado a maior minoria do mundo.

A necessidade de inclusão é notória, porém apesar de haverem leis nacionais e internacionais e muitos direitos garantidos, essas regras nem sempre são colocadas em prática. Os motivos podem ser diversos como falta de recursos, desconhecimento ou falta de respeito mesmo.

As pessoas com deficiência querem ter uma vida normal, autônoma e livre e muitas vezes atitudes de quem ignora esse direito podem ofender ou interferir na liberdade individual.

Cada tipo de deficiência provoca necessidades diferentes e cada pessoa tem particularidades. Mas algumas atitudes podem contribuir de maneira geral com o conforto e acessibilidade das pessoas com deficiência

Melhorando o ambiente doméstico para pessoas com deficiência

O primeiro passo é identificar quais são as necessidades básicas da pessoa e refletir se ela consegue realizar essas atividades por conta própria. Conversar abertamente sobre isso com ela pode ser uma boa ideia, pois assim você demonstra que está disposto a ajudar.

A própria pessoa com deficiência pode ajudar a pensar em formas de facilitar o seu dia a dia. Além disso, pode sugerir ideias que possam ser colocadas em prática por você.

Outro ponto a ser considerado é se a pessoa necessita de cuidados diários, em tempo integral. Nesses casos é importante ter alguém para revezar com você. Alguém que possa resolver determinados assuntos aliviando um pouco do estresse e fazendo a pessoa se sentir querida e cuidada.

A adaptação da casa é fundamental. O terapeuta ocupacional é o profissional adequado para orientar e fazer os ajustes necessários na casa. Porém, algumas alterações podem ser feitas por você mesmo.

Instalar barras de segurança no banheiro, deixar um telefone à disposição e ao alcance da pessoa, instalar uma rampa de acesso na frente na casa e em outros ambientes caso a casa possua mais de um andar, são mudanças simples que facilitam bastante a vida da pessoa com deficiência.

Ensinar a pessoa a fazer compras e outras tarefas pela internet também ajuda a fazer a pessoa se sentir útil e a ter uma vida normal.

Melhorando a integração social da pessoa com deficiência

Uma das melhores formas de demonstrar amor e oferecer apoio para uma pessoa com deficiência é estar próximo e visita-lo sempre, caso não more com ela. E quando for, esteja animado, mostre que é uma alegria contar com a sua companhia. Isso ajuda a potencializar a autoestima e o sentimento de valor próprio da pessoa.

Incluir a pessoa com deficiência nas atividades, programas sociais e viagens é fundamental também. Isso permite que ela continue fazendo amizades, e aproveitando bons momentos com os amigos, novos e antigos.

Dependendo da deficiência, pode ser necessário utilizar um transporte especial para os lugares, e hoje existem serviços especializados em transporte de pessoas com necessidades especiais e/ou idosos que podem facilitar.

Muitas pessoas com deficiência podem gostar de ter animais de estimação como companhia. É uma forma de dar mais responsabilidade e contribui para o bem-estar geral da pessoa.

O ser humano é social e nós precisamos de conexões para ter mais qualidade de vida.

Cuidando dos hobbies e outras atividades

A maioria das pessoas com deficiência possui incapacitação física, ou visual, mas não mental. Fazer cursos, estudar, pesquisar assuntos que sejam do seu interesse ajuda a exercitar o cérebro. E isso tudo tem excelentes impactos na vida de qualquer pessoa.

A internet pode contribuir permitindo a realização dos estudos mesmo sem sair de casa. Mas se a locomoção não for um impedimento, fazer cursos presenciais pode ser ainda mais benéfico para a interação social.

 A prática de esporte também é excepcional para a socialização, além de contribuir para a autoestima, autoconfiança e felicidade pessoal. Serviços voluntários também são ótimas opções, pois ainda é possível ajudar outras pessoas.

Encontrar uma atividade profissional que possa ser exercida em casa, em home office, por exemplo, também contribui bastante para o emocional e para as finanças da pessoa.

Ajude-o a ter um propósito

A vida das pessoas com deficiência não é fácil. São inúmeras lutas diárias, das mais simples às mais complexas. Por isso é fundamental que a pessoa encontre um propósito, uma motivação para acordar todos os dias e querer aproveitar a vida.

Ajudar a encontrar esse propósito e a identificar formas de facilitar a rotina dessa pessoa é uma grande demonstração de amor e carinho.

A Essence Cuidados deseja contribuir para o bem-estar das pessoas com deficiência e por isso oferece serviços de transporte especializado que proporcionam mais independência e autonomia para essas pessoas.

Conheça os serviços da Essence Cuidados e solicite um orçamento.

 

Tags:
  • Acessibilidade
  • cotidiano
  • Dicas de acessibilidade
  • pessoa com deficiência
  • Qualidade de vida
  • Vida da Pessoa Com Deficiência
Categoria(s):

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu comentário será publicado no Facebook.


Voltar