Como prevenir acidentes domésticos com idosos

10.05.2019
Como prevenir acidentes domésticos com idosos

Com o passar dos anos os cuidados com a saúde precisam ser mais intensivos. Isso porque o organismo dos idosos perde gradativamente a capacidade de se recuperar de problemas que antes eram considerados normais.

No caso de idosos, uma simples queda pode gerar diversos prejuízos. Além disso, pode desencadear uma série de problemas de saúde. Por isso, saber quais são os principais riscos, e como evitá-los é muito importante.

Os acidentes domésticos ocorrem, na maioria das vezes com grupos vulneráveis, ou seja, crianças e idosos. E, infelizmente os acidentes domésticos são muito comuns. Essas pessoas estão mais suscetíveis a quedas e queimaduras, no caso dos idosos, e envenenamentos e choques, em crianças.

A principal orientação é, portanto, promover um ambiente seguro para evitar os riscos.

Pesquisas mostram que as boas práticas conseguem evitar o risco de lesões em idosos em até 38%. Com menor índice de lesões é possível manter alta a sua qualidade de vida e também reduzir os gastos com serviços de saúde. 

De uma forma geral, os ambientes frequentados por idosos e crianças devem conter poucos adornos e evitar tapetes. Se possível os móveis devem ter cantos arredondados e pouco ou nenhum vidro.

Por que os idosos são mais vulneráveis às quedas?

O idoso sofre com as degradações do organismo, naturais da idade. A massa muscular é diminuída, os ossos se tornam mais frágeis e ocorre uma redução da visão e da audição.  Além disso, os reflexos se tornam mais lentos e enfraquecidos.

Essas alterações favorecem as quedas e, além disso, que elas ocasionem graves problemas de saúde como fraturas, por exemplo. 

Dados do Ministério da Saúde mostram que 56,6% das mortes acidentais de idosos com 75 anos ou mais, acontecem como consequência de uma queda.

Mas é possível reduzir esses riscos com pequenas adaptações no ambiente em que os idosos frequentam. Isso porque a residência ainda é o local onde existe a maior incidência de acidentes com idosos.

Dicas para adaptar casa e reduzir os riscos de acidentes

1.     Iluminação

A falta de iluminação adequada é uma dos principais riscos de acidentes para qualquer idade, ainda mais para os idosos. Eles costumam ter mais problemas de visão e ambientes escuros pioram essa dificuldade.

Pinte paredes de cores claras, espalhe abajures pela casa, coloque interruptores em locais de fácil acesso, como próximo às portas. Uma dica bastante útil é instalar sensores de iluminação pela casa para que as luzes acendam automaticamente com a presença. Essa é uma forma simples de facilitar a movimentação do idoso pela casa.

2.     Obstáculos pelo chão

Muitas vezes a casa está repleta de armadilhas e nem percebemos. Tapetes soltos pelo chão podem facilitar tropeços e escorregões. Fios soltos de aparelhos eletrônicos ou telefone e brinquedos espalhados também. Desníveis e degraus também podem causar acidentes.

Para prevenir é preciso deixar o caminho o mais livre possível. Tapetes devem ser fixados no chão ou ter a base antiderrapante.

3.     Móveis com quinas e sem fixação

Idosos se desequilibram com frequência e costumam buscar apoio em móveis que estejam ao seu alcance. Portanto armários, mesas, estantes ou qualquer outro móvel que não esteja fixado com segurança pode representar um grande perigo.

Quinas pontiagudas também representam riscos para os mais desastrados e mais ainda para os idosos, pelo mesmo problema de desequilíbrio. Principalmente em locais de passagem é importante tomar cuidado e utilizar móveis com quinas arredondadas. 

Lembre-se também de móveis firmes, ou então que possam ser fixados no chão ou na parede.

4.     Camas, cadeiras e sanitários baixos

O ato de sentar e levantar pode representar uma grande dificuldade para o idoso. Justamente por isso é que os locais em que o idoso precisa fazer mais esses movimentos deve levar maior atenção. É preciso adaptar esses ambientes para que o idoso faça o menor esforço possível.

Essas adaptações podem ser feitas com a troca do colchão, para ajustar a altura da cama, por exemplo. O sofá, poltronas ou cadeiras também devem ter altura suficiente para que o idoso consiga sentar-se com conforto.

Para os sanitários já existem tampas removíveis que ajudam nessa adaptação sem que seja necessário um trabalho de alvenaria. Instalar barras de apoio no banheiro e nos locais de difícil acesso para o idoso podem reduzir essas dificuldades. 

Os idosos costuma necessitar de bastante atenção e cuidados, o que nem sempre é possível atender com a vida atribulada da maioria das pessoas. Uma dica interessante é contar com um serviço de transporte especializado para acompanhar o idoso aos locais que ele deseja ou precisa frequentar.

A Essence Cuidados oferece o serviço de transporte de idosos ou pessoas com deficiência em carros adaptados para a necessidade do cliente. Além disso, o transporte é realizado por cuidadores capacitados, preparados para auxiliar no que for preciso.

O serviço da Essence Cuidados pode ser utilizado tanto para necessidades como a ida ao médico, ou para realização de exames, como para passeios, viagens e outras formas de lazer.

Conheça nossos serviços especializados e proporcione o bem-estar da sua família.

Tags:
  • boa idade
  • Casa acessível
  • Cuidado com o Idosos
  • Prevenção de acidentes
  • segurança do Idoso
  • terceira idade

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O seu comentário será publicado no Facebook.


Voltar