Idosos Sozinhos: cuidado e autonomia

11.07.2019

Cerca de 85% dos idosos preferem continuar vivendo sozinhos. É necessário,porém, observar alguns cuidados com o ambiente e com o dia a dia do idoso.

Cuidado e Autonomia dos idosos

É cada vez mais frequente encontrar idosos que moram sozinhos. Essa é uma grande mudança de comportamento já que, até alguns anos atrás, o mais comum era o idoso morar com os filhos após chegar a uma determinada idade.

Contudo, hoje os muitos idosos sentem-se seguros o suficiente para permanecerem sozinhos em casa. E alguns já buscam outras opções como casas de repouso ou repúblicas para a terceira idade. 

Um dos motivos para essa mudança de comportamento é a redução no tamanho das casas e também no número de integrantes da família.  Outro motivo é o aumento da qualidade de vida dos idosos que hoje possuem mais independência e liberdade no dia a dia.

O direito de morar sozinho

A escolha sobre como deseja morar é um direito do idoso. O Estatuto do Idoso prevê que as pessoas da terceira idade devem ter a sua integridade garantida pelo Estado e devem receber cuidados dos familiares, mas isso não significa que elas perdem o direito de escolha.

Se o idoso tiver lucidez e saúde, independente da idade, deve ter sua vontade respeitada. Aos familiares cabem o dever de providenciarem soluções para cumprir essa vontade, garantindo o seu bem-estar e segurança. 

Abandono que adoece

Mas até que ponto um idoso morar sozinho é um risco? Esse risco se aplica também aos idosos que tenham sua própria autonomia?

Idosos abandonados pela família, negligenciados e que encontram-se isolados podem sofrer maior risco de desenvolver doenças crônicas. Uma pesquisa da Universidade de Chicago mostrou que idosos isolados sofrem até 14% a mais com risco de morte.

Os pesquisadores descobriram que o estresse provocado pelo isolamento pode causar respostas inflamatórias nas células. Essa reação afeta, entre outras coisas, a produção de leucócitos, estruturas que defendem o organismo de infecções.

Outra pesquisa, publicada pela Universidade de Brigham Young, constatou que a solidão é tão danosa à saúde quanto fumar 15 cigarros por dia ou ser alcoólatra. Idosos solitários tendem a ter 32% mais de chance de ter algum tipo de acidente cardiovascular.  

Por isso é fundamental que, mesmo morando sozinho, o idoso tenha companhia de familiares e amigos com frequência.

Soluções para idosos sozinhos

Estimativas apontam que cerca de 85% dos idosos preferem continuar vivendo sozinhos na mesma casa onde tiveram sua família. Isso é realmente possível, desde que sejam observados alguns cuidados com o ambiente e com o dia a dia do idoso.

·         Adeque a estrutura da casa

O índice de quedas na terceira idade é muito alto e podem causar graves danos à saúde, por isso é importante garantir que a casa esteja adequada para a segurança do idoso.

Barras de apoio em lugares estratégicos como banheiro, corrimão nas escadas, iluminação adequada com interruptores em locais acessíveis é fundamental. Elimine também todos os tapetes soltos ou prenda-os no chão. A troca por maçanetas horizontais, e não redondas, facilita o seu uso também.

Garanta espaço livre para a movimentação do idoso pela casa. Ambientes com muitos móveis geralmente reduzem o espaço de passagem. E lembre-se de também prender no chão móveis leves, que podem tombar se forem apoiados pelo idoso.

·         Facilite o manuseio dos objetos

Na cozinha, dê preferencia aos armários baixos, e mantenha os itens de uso frequente na altura dos ombros do idoso. Esse cuidado evita que ele suba em bancos e escadas, ou que tenha que se abaixar com frequência. 

·         Use equipamento de monitoramento pessoal

Uma das melhores soluções para idosos que moram sozinhos são os equipamentos de monitoramento pessoal. Através de pequenos aparelhos, que podem ser pulseiras ou colares, por exemplo, o idoso é conectado a uma Central de Atendimento especial que o monitora 24 horas por dia.

O próprio usuário pode acionar o botão de pânico, caso seja necessário, e rapidamente é atendido. A Central de Atendimento providencia o que for necessário e avisa os familiares. Muitos aparelhos também possuem alarmes que são disparados em caso de queda. 

Mesmo com todos esses cuidados, a presença da família e dos amigos certamente continua sendo imprescindível. É importante levar o idoso para se distrair e se divertir, fazer companhia e cuidar sempre da sua saúde.

Caso o idoso tenha mobilidade reduzida, você pode contar com serviços de transporte especializado, como os oferecidos pela Essence Cuidados, que garantem a segurança e o atendimento necessário ao idoso com algum tipo de necessidade.

Dessa forma será possível garantir a diversão, o lazer e até mesmo o cumprimento de compromissos com tranquilidade e segurança.

Conheça os serviços de transporte especializado da Essence Cuidados. Solicite um orçamento.  

Tags:
  • autonomia do idoso
  • autonomia na terceira idade
  • Cuidados com idosos
  • direito de morar sozinho
  • idosos sozinho
  • Pessoa Idosa
  • saúde dos idosos
  • saúde na terceira idade
  • soluções para idosos
  • terceira idade

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu comentário será publicado no Facebook.


Voltar