Pequeno dicionário amoroso da inclusão social

30.10.2019

Ainda hoje existem muitas dúvidas sobre as formas de se relacionar com as pessoas com deficiência. Apesar dos avanços alcançados nos últimos anos relacionados à acessibilidade e inclusão social, muitas pessoas ainda sentem receio de conversar com alguém com deficiência, principalmente por falta de conhecimento e por medo de falar algo errado, que ofenda a pessoa. 

Esse é um assunto bastante controverso e que realmente pode causar problemas se não for bem conhecido. Justamente por isso hoje a nossa proposta é criar um pequeno dicionário amoroso da inclusão social. A ideia é contar quais são as maneiras corretas de se dirigir e se referir às pessoas com deficiência, para não errar mais.

Termos adequados para promover a inclusão social

  • Pessoa com deficiência: essa é a forma mais adequada de se referir a alguém que tenha deficiência. Termos como deficiente, portador de deficiência ou pessoa com necessidades especiais são considerados pejorativos assim como defeituoso, aleijado ou inválido. Quando usamos “pessoa com deficiência” damos importância à pessoa, e apenas acrescentamos uma de suas inúmeras características, que também poderia ser alta ou baixa.
  • Deficiência intelectual: essa é a expressão mais adequada desde 2004. Não use deficiente mental, doente mental, retardado ou mongoloide. Todas essas são consideradas pejorativas.
  • Pessoas que usa cadeira de rodas: também pode ser usado “pessoa em cadeira de rodas” ou até mesmo “cadeirante”, em conversas informais. Evite termos que evoquem piedade ou sofrimento como “preso a cadeira de rodas”. O termo incapacitado também não é adequado.
  • Aluno com deficiência: essa é a melhor maneira de se referir a um aluno com deficiência, seja ela qual for. “Aluno de inclusão” é uma expressão indevida, principalmente porque a escola deve incluir a todos. Também não se deve usar “aluno normal” para se referir a um aluno sem deficiência já que essa expressão sugere que o aluno com deficiência é anormal.
  • Deficiência visual: essa é a melhor maneira de se referir a alguém que apresenta perda de visão parcial ou total. Caso saiba que a pessoa é cega, pode-se usar esse termo também. Porém não use “ceguinho”, pois denota que o cego não é considerado uma pessoa completa.
  • Deficiência auditiva: se a deficiência auditiva for total a maneira correta de se referir é surdo ou surdez. Porém quando falamos de alguém com perda auditiva parcial o correto é pessoa com deficiência auditiva. Expressões como surdinho ou mudinho são pejorativas e denotam preconceito. Também não use o termo surdo-mudo já que não se aplica a todos.

O que não falar sobre uma pessoa com deficiência?

  • Apesar de deficiente, ele é um ótimo aluno

Entende-se que existe preconceito embutido nesse tipo de comentário. É como se houvesse um espanto ou uma surpresa por uma pessoa com deficiência ser um ótimo aluno. Muitas vezes a deficiência não afeta a capacidade cognitiva da pessoa e, dessa forma, o aluno tem perfeita capacidade de aprender, assim como qualquer outra pessoa. A maneira correta de dizer essa frase seria “ele tem deficiência e é um ótimo aluno”.

  • Criança excepcional

Excepcional foi um termo utilizado entre os anos 50 e 70 para designar pessoas com deficiência intelectual. Hoje esse termo utilizado, raríssimas vezes, para designar pessoas com inteligência lógico-matemática abaixo da média ou para superdotados. Não é mais aceitável utilizar esse termo para crianças com deficiência.

  • Escola normal

 Hoje em dia todas as escolas estão abertas para receber pessoas com deficiência e devem promover a inclusão social. Dessa forma, não existe outro tipo de escola, uma que não seja normal. A inclusão é a normalidade e deve ser buscada sempre.

  • Retardada mental

É um termo pejorativo. O termo correto é pessoa com deficiência intelectual.

Agora você já sabe como é a maneira correta de se comunicar com pessoas com deficiência. Compartilhe esse conteúdo para que mais pessoas possam conhecê-lo.

A Essence Cuidados se orgulha de contribuir com o bem-estar das pessoas com algum tipo de deficiência através de seus serviços de transporte especializado.

Conheça nossos serviços e solicite um orçamento.  

Tags:
  • Acessibilidade
  • Dicionário
  • Dicionário amoroso
  • inclusão da pessoa com deficiência
  • Inclusão Social

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu comentário será publicado no Facebook.


Voltar